Roseira

  • Nomes Comuns: Roseira, Roseira Grandiflora, Rosa, Rosa Comum, Rosa Arbustiva
  • Nome Científico: Rosa x grandflora
  • Sinonímia:
  • Origem: Cruzamento e seleção das “roseiras floribundas” com as “híbridas de chá”
  • Luminosidade: Pleno sol
  • Valor ornamental: Flor
  • Época de floração: ano todo, tolerante ao frio
  • Porte final: 50 a 200 cm
  • Cores: Diversas
  • Outras características: Multiplica-se por enxertia
  • Mudas por m²: 10 a 15
  • Tipo de solo: Canteiro rico em matéria orgânica bem drenado e irrigado em intervalos regulares
  • Uso Paisagístico:
    • Maciços
    • Arbusto

Deve ser cultivada sempre a pleno sol, como planta isolada ou em grupos, formando conjuntos maciços ou esparsos para canteiros desenhados em amplos espaços, gramados ou não, ou renques ao longo de cercas, grades e caminhos, com terra fértil e permeável. É a principal e a mais antiga fornecedora de flores de corte em uso comercial do país. Desenvolve-se melhor e floresce mais intensamente em climas de temperatura amena, como no sul do país ou em regiões de altitude dos subtrópicos.